Quais equipamentos e requisitos necessários para montar uma Clínica Veterinária

Quais equipamentos e requisitos necessários para montar uma Clínica Veterinária?

Para quem não sabe, o Brasil já é o segundo maior mercado pet do mundo, e segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião pública e estatística (IBOPE), 59% das residências tem algum animal de estimação, o que mostra que o setor Pet tem um grande potencial para investimento.

Quais equipamentos e requisitos necessários para montar uma Clínica Veterinária
Quais equipamentos e requisitos necessários para montar uma Clínica Veterinária

Na verdade, cresce a cada ano o número de animais, principalmente cães e gatos, nas residências de todo o país, assumindo um papel de um novo membro da família, com cuidados mais sofisticados do que há tempos atrás, gerando lucro para os mais diversos setores do mercado no Brasil.

Com um mercado cada vez mais atento às necessidades dos pets, estão sendo criados novos serviços e produtos, assim, além dos tradicionais serviços de banho e tosas, também encontramos o de alisamentos de pelos, tosas personalizadas, dentre muitos outros tratamentos de higiene e beleza.

E o mercado voltado aos pets não fica só restrito às clínicas veterinárias/PetShop, indústria de objetos para os animais ou fabricantes de ração, agora podemos ver também ofertas de serviços de adestradores, passeadores, babás, psicólogos…dentre outros.

Veja também: Como montar uma casa de ração?

Claro, diante de todo esse cenário mais do que favorável, abrir uma clínica veterinária/PetShop desponta como uma grande opção de negócio.

Lembrando que, hoje em dia, é possível entrar para o mercado pet através de franquias, seja de clínicas veterinárias, pet shops, serviços de adestramento e até planos de saúde.

Então, se pensa em abrir sua clínica mas não tem ideia dos equipamentos e requisitos necessários para montar seu negócio e nem sabe por onde começar, continue lendo.

Como legalizar sua clínica veterinária

Então, para abrir uma clínica veterinária precisa definir se irá atuar sozinho, ou com um ou mais sócios, ou seja, se terá um registro como autônomo ou como societário, no caso da segunda opção, precisa ainda optar pela sociedade simples ou limitada.

De qualquer forma, para abrir uma empresa precisará contar com o auxílio de um contador profissional, legalmente habilitado, que apontará o melhor caminho para o seu negócio.

Documentos necessários para legalizar sua empresa:

  • Registro na junta comercial;
  • Registro na Entidade Sindical Patronal;
  • Registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV);
  • Registro Prefeitura Municipal, pois apenas eles podem liberar o alvará de funcionamento;
  • Registro na secretaria da receita federal, para obter o CNPJ do seu negócio;
  • Registro pela caixa econômica no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”;
  • Registro no Corpo de Bombeiros Militar, pois é o órgão responsável pela vistoria, aprovação para checar se seu negócio está dentro das normas de segurança e autorização do funcionamento público.

Estrutura da clínica veterinária

Cachorro e gato veterinário

É fundamental procurar montar uma clínica, além de funcional, que apresente uma estrutura visualmente atrativa, priorizando o conforto, tanto do dono quanto do animal, que seja segura e, claro, ofereça um atendimento de qualidade.

De uma forma geral, uma clínica veterinária deverá contar com:

  • Recepção:  sala de espera e consultório;
  • Setor cirúrgico: sala cirúrgica, sala de esterilização, antissepsia, sala de preparo e recuperação do paciente;
  • Setor de internação: acomodações individuais, sala de isolamento para doenças infectocontagiosas;
  • Setor de suporte: sanitários, lavanderia, almoxarifado e setor de estocagem de medicamentos.

Vale ressaltar a importância de preservar a higiene do local, mantendo a clínica constantemente limpa e devidamente higienizada, evitando riscos de infecção.

Veja também: Como aumentar o lucro da clínica veterinária

Equipamentos da clínica veterinária

A cada dia as clínicas veterinárias estão mais modernas e equipadas, oferecendo todos os tipos de serviços, desde exames, tratamentos, cirurgias, e outros serviços diferenciados.  

Assim, quem deseja abrir o seu próprio negócio precisa, primeiramente, definir o tipo, o porte e os serviços que serão realizados.

De uma forma mais ampla, uma clínica veterinária precisa contar com os seguintes equipamentos:

  • Armário clínico;
  • Aspiradores cirúrgicos;
  • Balança;
  • Desfibrilador;
  • Equipamentos para refrigeramento do ar;
  • Equipamentos que compõe o instrumental cirúrgico (bandejas,
  • Estetoscópio;
  • Estojos, lâminas de bisturi, agulhas, pinças e outros);
  • Estufa para esterilização;
  • Maca;
  • Medicamentos;
  • Mesa de inox para atendimento do animal;
  • Monitor de pressão arterial;
  • Otoscópio;
  • Oxímetro;
  • Produtos de higienização;
  • Raio-x portátil;
  • Seringa pistola;
  • Sondas;
  • Termômetro;
  • E muito mais!

Funcionários

É fundamental ter uma equipe formada por profissionais que passem segurança, confiança, empatia e, acima de tudo, amor e respeito aos animais. Devem fazer parte da equipe os seguintes profissionais:

Médico veterinário

Vale saber que, caso não seja veterinário, mas queira abrir uma clínica veterinária, isso é possível, porém, será obrigatório contar com um médico veterinário, pois o exercício da atividade só poderá ser autorizado mediante a apresentação da inscrição do veterinário no órgão de classe, e carteira profissional emitida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Auxiliar de Veterinária

Será o profissional responsável por, entre outras funções, auxiliar o médico veterinário, controlar o estoque de medicamentos e vacinas, checar os vencimentos,   monitorar os animais em caso de internação, etc.

Recepcionista

Responsável pelo primeiro atendimento e triagem, além de organizar arquivos, realizar cadastros, agendar consultas, exames e cirurgias.

Outros

No caso da clínica oferecer serviços como banho, tosa, higienização e outros, será necessário a contratação de profissionais qualificados para essas áreas.

Como escolher o local certo

Na hora de escolher a localização da clínica, é fundamental realizar uma pesquisa de mercado, certificando-se de que o local escolhido é adequado. Para isso, conheça seu público, procure analisar o estilo de vida das pessoas da região, seu poder aquisitivo, a quantidade de animais de estimação próximos da região, assim como a concorrência. Lembrando que é fundamental não instalar seu negócio em uma região de pouca demanda e difícil acesso.

Veja também: Pagamentos pendentes como evitar perder dinheiro em sua clínica veterinária?

Gerenciamento da clínica veterinária

husky siberiano tratamento veterinário

É preciso ter em mente que, para montar uma clínica veterinária, assim como, qualquer outro tipo de negócio, é preciso adotar um programa de gerenciamento de clínica veterinária, adotando técnicas de administração e de gerenciamento, maiores responsáveis pelo sucesso, ou não, do empreendimento.

Felizmente, hoje já é possível contar com programas de gerenciamento de clínica veterinária em nuvem, sem dúvida, facilitando a vida de empresários que não têm muita intimidade, ou nenhuma, com esse tipo de serviço, como o www.nuvemvet.com, um sistema criado especificamente para clinica veterinária e pet shop, totalmente online e na nuvem.

Veja também: Quais os benefícios de um software para Clínica Veterinária?

Com o programa de gerenciamento de clínica veterinária em nuvem nuvemvet, o veterinário irá agilizar e informatizar o registro de consultas, exames, receituário, vacinas, financeiro e etc. E não é só isso, o veterinário também poderá contar com a gestão completa do financeiro, controle de estoque, emissão da NFCe, e muito mais.

Enfim, deixe para trás preocupações com a gestão de seu negócio, de uma forma prática, econômica e eficiente, investindo no  programa de gerenciamento de clínica veterinária nuvemvet.

Author:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *